Notícias

Institucional

Murilo Flores defende gestão responsável ao assumir diretoria de Planejamento do Figueirense

Murilo Flores (C), assumiu diretoria de planejamento do Figueirense. Foto: Vinicius Nunes/FFC

A nova diretoria do Figueirense foi apresentada na última quarta-feira (19), no Estádio Orlando Scarpelli. Entre as novidades, está Murilo Flores, que assume como diretor de Planejamento e Relações Institucionais. Com vasta experiência na área de gestão, o profissional encara agora mais um grande desafio na carreira: usar o conhecimento adquirido para ajudar na reestruturação de um grande clube de futebol.

Ao falar do perfil transparente, responsável e integrada da administração liderada pelo presidente Claudio Honigman, Murilo concedeu entrevista ao site do Figueirense e explicou um pouco dessa nova fase do Furacão. Confira!

A reestruturação administrativa do Figueirense tem como principal objetivo recuperar o clube como um todo. Quais formas serão adotadas pela nova diretoria para que, já a partir de 2019, o clube tenha uma situação saudável?

MF: A primeira coisa a se fazer é um rígido controle financeiro. As despesas de 2019 tem que caber na receita de 2019. Inclusive no que se refere ao pagamento das dívidas da gestão passada. Sem isso, não há perspectiva de médio e longo prazo, e é com essa meta que iremos trabalhar.

Você atuou por 37 anos no serviço público, ocupando, inclusive, o cargo de secretário de planejamento do governo do estado.  Como essa experiência pode te ajudar nesse novo desafio na carreira?

MF: Os problemas de um clube como o Figueirense são muito próximos dos que encontramos na gestão pública. Essas questões passam por um bom ajuste das contas, para que só se gaste aquilo que se tem, por buscar resultados através do alcance de metas e objetivos. Fiz isso ao longo de toda a minha carreira nos órgãos públicos. São práticas de gestão moderna, que se aplicam no governo, nas grandes empresas e também no futebol.

O que mais te motivou a aceitar o desafio de fazer parte da reestruturação do Figueirense?

MF: O tamanho do problema não me assusta. No governo os problemas são muito maiores, mesmo com receitas superiores. Dificuldades em honrar os compromissos faz parte da vida dos gestores e não vai ser novidade trabalhar com essa situação. O Figueirense é um patrimônio não só de Florianópolis, mas de Santa Catarina. É uma grande marca do estado e pode ser uma das grandes marcas nacionais. E esse clube precisa se restabelecer e recuperar a credibilidade. Precisamos resolver os problemas do Figueirense, e eu me coloquei à disposição. Ao lado do presidente Claudio Honigman, formamos um time para trabalhar e suar a camisa.

Quais são as metas do clube a longo prazo?

MF: Resgatar a credibilidade e a marca Figueirense. São as duas palavras-chave e as nossas prioridades, exatamente nessa ordem. Resgatando a credibilidade, teremos a capacidade de reerguer a marca e melhorar, inclusive, no futebol. Feito isso, o clube consegue ter grandes times, com grandes resultados. E, assim, se tornar um clube de série A. Não um time que oscila entre primeira e segunda divisão, mas que faz parte da elite do futebol brasileiro. Com isso estabelecido, podemos pensar em vôos mais altos.

Como o clube pretende chegar ao ano do centenário, em 2021?

MF: Ainda estamos terminando um diagnóstico da situação do clube para, a partir de fevereiro ou março de 2019, desenvolver o avanço do planejamento. Mas é possível projetar, em 2021, um clube saneado, com reconhecida saúde financeira, bem como a necessária credibilidade restabelecida. Consequentemente, um time competitivo, que entre nas competições para vencer e alcançar grandes resultados. Nesse intervalo, será preciso muito trabalho, muita luta diária no clube, para que possamos ter um futuro equilibrado. Tomando essas atitudes e adotando essas medidas como rotina e padrão, podemos imaginar que o Figueira chegará ao sonhado centenário vencedor dentro e fora de campo.






Parceiros

Marcas que jogam junto com o Furacão

  • Liderança
  • Governo Federal
  • Topper
  • InfoTV
  • Baly
  • BrahmaBrahma